VIVER ENFERMAGEM EM CUIDADOS INTENSIVOS

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

DECISÃO CLÍNICA EM ENFERMAGEM

Enquanto enfermeiros, actuamos nas áreas da prestação de cuidados, da gestão, da formação, da investigação. 
De acordo com o REPE, as intervenções de enfermagem são autónomas e interdependentes – e a diferença está no prescritor, em quem inicia o processo de prescrição de cuidados. Por isso, diria que os enfermeiros prestam cuidados sempre de forma autónoma. 
O enfermeiro não é o profissional que age por indicação de outrem. A interdependência configura-se simplesmente em relação ao início do processo prescritor e mesmo quando outro profissional prescreve, é o enfermeiro que assume a responsabilidade pelos seus próprios actos (e pelas decisões que toma). 
LUCÍLIA NUNES, 2006


















OS 10 POSTS MAIS VISTOS DE SEMPRE